ASPP busca parceria com o Sinam para beneficiar associados
Integrantes da diretoria da Associação dos Servidores Públicos do Paraná (ASPP) estiveram, nesta segunda-feira (15), na Associação Médica do Paraná. O objetivo da visita foi conhecer mais detalhadamente o Sistema Nacional de Atendimento Médico (Sinam), visando uma parceria. Estavam presentes Álvaro Miguel Rychuv, presidente da ASPP; Emídio Nicodemos Angelotti, diretor Econômico-financeiro; Juliano de Lara Ferreira Borges, do Departamento de Arrecadações e Empréstimo; Carlos Bigarella e o advogado Brasil Paraná de Cristo, que já presidiu a entidade. Foram recebidos pelo presidente da AMP, Dr. Nerlan Carvalho; o vice-presidente, Dr. Gilberto Pascolat; o tesoureiro, Dr. José Fernando Macedo, e o assessor de marketing, Reinaldo Martinazzo.

A ASPP tem, atualmente, 54 mil associados e a ideia é oferecer o benefício a todos esses titulares, cujos dependentes também terão direito a utilizar o sistema. O Sinam é um modelo de assistência disponibilizado pelas Associações Médicas do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul para quem não quer depender do SUS e não pode pagar por um plano de saúde. Não tem carência para utilização, limites em relação à idade, número de dependentes ou doenças pré-existentes.

O usuário titular paga uma única taxa de administração anual e garante o direito a consulta particular em valor fixo, com o especialista que escolher e hora marcada. Para os médicos, também representa uma remuneração justa de seu trabalho, sem interferência na relação médico-paciente, com recebimento à vista. Os profissionais são todos referenciados pelas entidades médicas.

No estado, o Sinam possui unidades de atendimento em Curitiba, Araucária, Ponta Grossa, Cascavel, Foz do Iguaçu, Pato Branco, Marechal Cândido Rondon, Toledo, Umuarama e Londrina. Maringá  e Francisco Beltrão estão em processo de implantação.
 
 
Aproveite e
veja também