Começa a campanha de vacinação contra a gripe no Paraná
Todos os municípios do Paraná vão vacinar a população-alvo contra a gripe a partir desta quarta-feira, 10 de abril. A 21ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza segue até o dia 31 de maio.

A Secretaria Estadual da Saúde do Paraná já recebeu 1 milhão e 400 mil doses de vacina do Ministério da Saúde e no total deverá receber 3 milhões e 618 mil doses.

“O Paraná está mobilizado contra a gripe numa grande parceria que envolve todos os municípios e as 22 regionais de Saúde. Nossa orientação é para que a população busque a unidade mais próxima para a imunização. A vacina contra a Influenza é segura e protege contra o vírus”, afirma o secretário estadual da Saúde, Beto Preto.

A primeira fase da vacinação vai até 19 de abril e tem como público as crianças de 6 meses até 5 anos, as gestantes, puérperas, que são as mulheres que acabaram de ter bebês nos últimos 45 dias e povos indígenas. 

A segunda fase, a partir de 22 de abril, abrangerá idosos, trabalhadores da saúde, professores de escolas públicas e privadas, portadores de doenças crônicas não transmissíveis, adolescentes e jovens de 12 a 20 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

No dia 4 de maio será o Dia Nacional de Mobilização. “Nosso objetivo é chegar até o final de maio com 90% do público-alvo vacinado e nossas equipes estão mobilizadas para o cumprimento da meta”, disse a superintendente de Atenção à Saúde da Sesa, Maria Goretti David Lopes.

Influenza

É uma infecção viral aguda do sistema respiratório altamente transmissível. Os sintomas são febre alta, dores musculares, dor de cabeça e dor de garganta. Se não for tratada, pode provocar complicações, evoluir para pneumonia e provocar até a morte. A transmissão ocorre por meio de secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada, ao falar, ao tossir ou no contato pelas mãos.

Neste ano, o Paraná já registrou 11 casos confirmados da Influenza, com cinco óbitos.

Proteção

A vacina aplicada nas unidades de saúde é chamada de trivalente e protege contra duas cepas de vírus A e uma cepa de vírus B. 

A Sesa orienta ainda para medidas que ajudam na proteção contra a gripe: lavar e higienizar as mãos com frequência, alimentação saudável, ingerir bastante líquido, não compartilhar objetos de uso pessoal, como talher, copo e garrafa, evitar contato com pessoas que estejam com sintomas de gripe e manter a casa ou o local de trabalho arejados. Ao tossir ou espirrar as pessoas devem tampar o nariz e a boca para que as gotículas não se espelhem.
 
Fonte: Sesa
Aproveite e
veja também