Leprevost e Roman visitam a AMP e reforçam compromisso com a saúde

O deputado federal e secretário de Estado da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf), Ney Leprevost, esteve em visita à Associação Médica do Paraná, nesta segunda-feira (25), acompanhado de seu suplente na Câmara dos Deputados, Evandro Roman. Foram recebidos pelo presidente da AMP, Dr. Nerlan Carvalho, e o vice, Dr. Gilberto Pascolat. No encontro, Roman assinou termo de compromisso com os objetivos da Frente Parlamentar da Medicina, lançada para atuar no Congresso Nacional em defesa da classe médica e da melhor assistência à população, na saúde pública e suplementar, e que conta com a sustentação do Instituto Brasil de Medicina.

O IBDM nasceu oficialmente no ano passado, sob consenso das lideranças das entidades médicas, para acompanhar os projetos relativos ao setor e funcionar como fonte propulsora da frente.

Também acompanharam a reunião os Drs. Jurandir Marcondes Ribas Filho, delegado junto à Associação Médica Brasileira (AMB); Luiz Antônio Munhoz da Cunha, delegado junto à AMP, e Eugênio Mussak, coordenador da plataforma EduMedica, o braço on line da Ucamp, a Universidade Corporativa da AMP.

O termo já tinha recebido o apoio de Leprevost quando candidato a deputado federal. Com reconhecida trajetória de defesa dos profissionais e serviços de saúde no Paraná, ele licenciou-se neste mês para integrar a equipe do governador Ratinho Júnior e, na visita, reafirmou o compromisso com o setor, assim como do novo parlamentar, que assumiu sua cadeira na Câmara Federal. “Reforçamos hoje nosso comprometimento com a AMP e agora com o deputado federal suplente Evandro Roman, para que a participação no Congresso e as reivindicações da classe médica e da população paranaense sejam sempre apoiadas e efetivadas”, afirmou o secretário.
.
O presidente da AMP lembrou alguns dos objetivos previstos no documento. São eles: a saúde da população em todos os níveis, incluindo uma melhor formação dos médicos, periódica reciclagem e atualização técnica e ética desses profissionais, disponibilidade de exames complementares, assistência médica especializada, número de leitos hospitalares, carreira médica de cargos e salários no sistema público, medidas de interiorização dos serviços médicos, prevenção de doenças através de vacinação universal e programas de incentivo a boas maneiras de vida complementadas com medidas de saneamento básico.

A Frente Parlamentar da Medicina já contava, até a última semana, com o engajamento de 198 deputados e 12 senadores. É presidida pelo médico Hiran Gonçalves, deputado federal pelo estado de Roraima, que também está na coordenação do IBDM.

 

Fotos: Pedro Mariucci Neto (Sejuf)

Aproveite e
veja também