Tudo que acontece na AMP
é destaque no nosso canal de novidades

09/06/2022

Conselho Deliberativo da AMB reforça importância do movimento associativo para a classe médica

A Associação Médica Brasileira (AMB) realizou na última sexta-feira (03), na sede da Associação Médica do Paraná (AMP), uma nova edição da reunião de seu Conselho Deliberativo. O evento contou com a participação de César Fernandes, presidente da AMB, de diversos diretores da entidade, representantes de sociedades de especialidades e de federadas dos mais diversos estados brasileiros.

Além do presidente da AMB, a mesa de abertura contou com a participação de Antônio José Gonçalves (secretário-geral), Jurandir Marcondes Ribas Filho (2º vice-presidente), José Fernando Macedo (diretor de Defesa Profissional) e Nerlan Tadeu Gonçalves de Carvalho, titular do Conselho Fiscal e presidente da AMP.

Durante sua fala de abertura, César Fernandes destacou que a associação vem ganhando credibilidade e confiança de seus pares. “Eu vejo que, felizmente, temos estreitado a convivência com cada um de vocês, ganhando credibilidade justamente na pluralidade de ideias, que caracteriza uma instituição deste porte, congregando as suas federadas e sociedades de especialidades. Nós precisamos dessa massa crítica qualificada, que hoje está aqui, para que possamos encontrar os melhores caminhos, às vezes não tão visíveis em uma primeira abordagem, no primeiro olhar”, afirmou. O presidente da AMB também agradeceu a receptividade dos diretores da AMP, os doutores Nerlan, Macedo e Jurandir, que não pouparam esforços para receber de forma acolhedora e gentil todos os participantes do evento, parabenizando também a AMP pelas magnificas instalações que foram cedidas para o transcurso da reunião do Conselho Deliberativo.

Logo após as falas de abertura dos integrantes da mesa, tiveram início as apresentações, com os informes das diretorias da AMB. Antônio José Gonçalves (secretário-geral) apresentou aos participantes diversas realizações da atual diretoria da AMB, como a implantação do sistema de gestão empresarial SAP (Sistemas, Aplicativos e Produtos), dos certificados e título digitais, além de iniciativas como a Secretaria Virtual, sistema de gerenciamento a distância, que será disponibilizado às federadas da AMB, visando ofertar recursos essenciais de gestão às entidades que mais precisam deste tipo de suporte.

Na sequência, a palavra foi do diretor de Defesa Profissional da AMB, José Fernando Macedo. Dentre os temas abordados durante sua explanação, o ele ressaltou a organização realizada no Comitê Diretivo do departamento, que foi dividido em diversos segmentos, como Formação, Saúde Suplementar, Saúde Digital e SUS, por exemplo. Além disso, pontuou também a atuação do Núcleo de Proteção ao Ato Médico (Nupam), o desenvolvimento do canal de defesa profissional, para orientação ética e jurídica aos médicos, além do importante papel da Comissão Nacional de Negociação da Saúde Suplementar realizada pela AMB em conjunto com a Associação Paulista de Medicina (APM).

O diretor de Assuntos Parlamentares da AMB, Luciano Gonçalves de Souza Carvalho, falou em seguida. Neste momento, os presentes puderam ter acesso às atividades do Núcleo de Atuação Parlamentar (NAP) da instituição. O NAP, de atuação fundamental em Brasília, tem como um de seus objetivos atuar de forma proativa para que a AMB possa trabalhar sempre pela boa prática médica no Brasil, analisando, por exemplo, projetos de lei relacionados à saúde, propostos no Congresso Nacional.

O Programa de Educação para o Médico Generalista do Brasil (Porgeb) e o Suporte de Atendimento Básico de Emergência (Sabe) foram os tópicos abordados por Fernando Sabia Tallo, 2º tesoureiro, em sua apresentação. O Progeb, segundo Tallo, busca cumprir uma das funções da AMB, que é fomentar o ensino médico continuado. Para elaborar o programa, a equipe basicamente questionou às sociedades de especialidades o que um médico generalista deveria saber, obrigatoriamente, sobre a sua especialidade. Com base nos dados coletados, foi elaborado um curso extremamente qualificado. Em seu primeiro ano, 2.410 alunos atenderam ao curso, que é gratuito para todo e qualquer estudante de medicina no Brasil. Além disso, os benefícios do Sabe, um treinamento sobre parada cardiorrespiratória para profissionais de medicina e de outras áreas, também foram ressaltados. O Sabe tem como propósito final treinar pessoas fora da área de saúde para que adquiram estes conhecimentos e, através deles, possam salvar muitas vidas em nosso país.

Ainda no decorrer da abertura, o presidente da AMB falou sobre a Aliança pela Saúde no Brasil (ASB), um movimento que busca a contribuição de todos os segmentos organizados da sociedade, reunindo conhecimento e propondo medidas em prol da saúde do Brasil. Hoje, a ASB é integrada por forças como o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Associação Nacional de Hospitais Privados (Anahp), Confederação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas (CMB), Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Instituto Ethos e o Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo (Sindusfarma), entre outras.

César também mencionou o projeto AMB Cidadã, uma iniciativa ambiciosa da associação, que visa difundir, dentre a população, grandes temas da sociedade contemporânea, especificamente na área da saúde, por meio da produção de conteúdo. Atualmente, a entidade busca parceiros para a produção destes materiais mensais, fomentando debates para a população em geral.

Por fim, Jurandir Marcondes Ribas Filho, 2º vice-presidente, abordou em sua fala o Congresso de Associativismo Médico da AMB, uma iniciativa inédita realizada em 2021, com foco no fortalecimento da atividade em medicina. O evento teve uma pauta ampla, com destaque a pontos como formação médica, o médico e a sociedade, síndrome de Burnout, defesa profissional, perspectivas da saúde do país, dentre outros aspectos. Ele pontuou que um documento sobre o evento está em fase de finalização, e deverá ser lançado ainda neste ano de 2022.

A reunião seguiu com apresentações de informes jurídicos, balanço financeiro, além de temas como “Graduação à interiorização” e a discussão sobre o novo modelo associativo da instituição, com apresentações do diretor Científico da AMB, José Eduardo Lutaif Dolci, e, novamente, de César Fernandes. Por fim, a reunião seguiu para a realização de debates sobre os temas apresentados, com as considerações finais dos conselheiros presentes.

“Quem é a AMB? Somos todos nós aqui. A minha palavra é de agradecimento a toda a equipe e diretores da instituição. Neste evento foi possível ouvir comprometimento, paixão e entusiasmo por parte de nossos palestrantes, diante de um colegiado de tamanha relevância, como é o conselho deliberativo. É o único conselho que reúne federadas e sociedades de especialidades para que, conjuntamente, com igual participação, possam nos orientar em relação aos nossos caminhos. Dito isso, reforço nossa mensagem final, de que nosso grande desafio atual é, em conjunto, levantar o movimento associativo e levar ao conhecimento de todos, especialmente dos jovens médicos, a importância de participarem do fortalecimento de nossas instituições. Não tenho dúvidas de que, juntos, conseguiremos atingir nosso objetivo”, finalizou o presidente da AMB.



 
Fonte: AMB
 
 
 

Aproveite e
veja também