Tudo que acontece na AMP
é destaque no nosso canal de novidades

21/10/2021

Solenidade marca homenagens pelo Dia do Médico

Celebrado anualmente no dia 18 de outubro, o Dia do Médico, data associada pela Igreja Católica à figura de São Lucas – médico e padroeiro da profissão – foi comemorado na Câmara Municipal de Curitiba (CMC) em sessão solene híbrida nesta segunda-feira (19). A homenagem, que contou com a participação de vereadores, do vice-prefeito da capital, Eduardo Pimentel, e de profissionais da área, foi transmitida pelas redes sociais do Legislativo. 

A solenidade foi uma iniciativa do 1º vice-presidente da CMC, Alexandre Leprevost (Solidariedade) e conduzida pelo presidente, Tico Kuzma (Pros). Única vereadora representante da categoria no Legislativo, Maria Leticia (PV), que é médica legista de carreira da Polícia Científica do Paraná e ginecologista, também participou da homenagem aos médicos e médicas de Curitiba e do Paraná. Por conta das restrições sanitárias, cerca de 40 profissionais foram escolhidos para representar a classe médica da cidade, que trabalha de maneira humanizada, com ética, responsabilidade e excelência.

Uma das homenageadas foi Viviane Maria de Carvalho Hessel Dias, presidente da ABIH - Associação Brasileira dos Profissionais em Epidemiologia e Controle de Infecção Hospitalar, que liderou o Grupo Força Colaborativa Covid Brasil em parceria com Anvisa - Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Médica infectologista, ela ocupou a Tribuna Bento Munhoz da Rocha em nome dos colegas de profissão e comemorou a notícia de que na segunda-feira, na UTI do hospital onde trabalha, não havia nenhum paciente internado com Covid-19. A história de São Lucas, padroeiro dos médicos, também foi compartihada com quem acompanhava a sessão solente no Palácio Rio Branco e nas redes sociais.

Segundo a infectologista, nos últimos 19 meses os médicos foram duramente desafiados, na missão pessoal, na profissão escolhida e no comprometimento com o próximo. “Uma pandemia que não desafiou apenas os médicos. Desafiou toda nossa estrutura de saúde, nossos pesquisadores, nossa comunicação. Nos desafiou na nossa economia, na interação social, no nosso trabalho. Principalmente, desafiou aqueles que adoeceram. E que desafio.” Para Viviane Hessel Dias, a categoria médica precisou construir respostas, junto a uma equipe multiprofissional, para enfrentar a Covid-19. 

Para a médica infectologista, o mundo já vê “uma mensagem de boa nova, com a diminuição do número de casos e o avanço da vacinação” e com responsabilidade será possível voltar o mais próximo ao novo normal, agora com “mais aprendizado, mais consciência e mais respeito à importância de nós cuidarmos uns dos outros”. “Que nós possamos ser médicos e médicas de homens e de almas”, disse, citando palavras de São Lucas. “Nossa profissão é incrível, mas também é um tanto difícil, no sentido de que salvamos vidas, trazemos ao mundo tantas vidas, mas ainda sim somente nós médicos sabemos o que é abdicar da família para estar à frente de uma pandemia que judiou do mundo inteiro”, emendou a vereadora Maria Leticia, que fez a leitura do currículo dos homenageados na solenidade. 

Propositor da sessão solene, Alexandre Leprevost destacou seu respeito e solidariedade aos médicos que deram suas próprias vidas para salvar tantas outras nesta pandemia. “Sei o quanto é dolorido e também lamento por todos aqueles que, assim como eu, também perderam alguém especial nessa batalha contra a Covid-19. São 39.594 mortos pela doença no nosso estado, 7.675 em Curitiba. O que nos conforta é saber que a vacinação está avançando e que os números de novos casos, de pessoas que estão internadas e de óbitos estão diminuindo. E essa nova realidade não seria possível sem o trabalho de vocês”, agradeceu, após lembrar dos 5 meses em que passou acompanhando familiares no tratamento contra doença – o pai do vereador, Luiz Antônio Leprevost, infelizmente faleceu vítima da Covid-19. 

Em nome da Prefeitura de Curitiba, o vice-prefeito, Eduardo Pimentel, disse esperar que, nos próximos dias, Curitiba vai celebrar a marca de ter zero vítimas da Covid-19, “porque vemos os casos ativos caírem cada vez mais”.

“É uma sessão solene, talvez uma sessão simples, mas que tem um significado especial e marca o retorno das sessões solenes nesta Casa e podemos prestar homenagens aos senhores e senhoras. Nossas homenagens aos mais de 31 mil médicos ativos no Paraná. Em Curitiba, são 13.184 profissionais, sendo 6.709 homens e 6.475 mulheres”, finalizou o presidente da Câmara Municipal, Tico Kuzma. 

O presidente da Associação Médica do Paraná, Dr. Nerlan Carvalho, foi um dos homenageados e agradeceu, destacando que a data era especial, “em reconhecimento à classe médica e seu trabalho, atendendo, acolhendo, orientando, sem, em momento algum, fugir do enfrentamento”. Lembrou da perda irreparável de 99 médicos pela Covid-19 e, para finalizar, parabenizou os colegas citando Hipócrates: curar quando possível, aliviar quando necessário e consolar sempre.
 
Abaixo a lista dos homenageados: 
 
 


 
Com informações da CMC

Aproveite e
veja também